segunda-feira, 24 de julho de 2017

"A Fala das coisas", um livro de José Jorge Letria

"A Fala das coisas"
Texto de José Jorge Letria e ilustrações de Elsa Fernandes
Editado pela Booksmile em 2016


“O que diria uma porta se falasse? E o que responderia a televisão se ouvisse? E quão divertido seria se todos os objetos lá de casa se pusessem na tagarelice?

Tu gostas de falar, certo? E de certeza que adoras dar a tua opinião e tagarelar, e até de resmungar. Então e as muitas coisas que há à nossa volta? Será que elas também têm ideias, queixas e voz?

Posso garantir-te que têm. Basta abrires este livro mágico para conheceres A Fala das Coisas. Cada objeto vai deslumbrar-te com a sua sabedoria, e explicar-te a sua função, o seu papel e a sua importância no mundo em que vives. Vais ficar maravilhado e aprender a respeitar estas muitas coisas que têm tanto para contar.”

Fonte: contracapa do livro

Fonte: interior do livro

Autor:

Ilustradora:


Fonte: interior do livro


Para ler:


Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para a Educação Pré-escolar

Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas leituras!

terça-feira, 18 de julho de 2017

"As nuvens", um livro de Maria Inês Almeida

As nuvens
Texto de Maria Inês Almeida e ilustrações de Sebastião Peixoto
Editado pelos Livros Horizonte em 2015

As nuvens têm tanta imaginação! 
Ás vezes são montanhas ambulantes, às vezes hipopótamos, às vezes flocos de algodão. Fazem parte da nossa vida. E também dos nossos sonhos. É por isso que há alturas em que nós estamos nas nuvens, como certamente já ouviste dizer.
Abre este livro, apanha uma nuvem e viaja com ela.

Fonte: contracapa do livro





Começa assim:


"As nuvens são vagabundas, sempre em viagem.

Podem ter dias de descanso, quando estão paradas, 

mas outros desatam a correr pelo céu fora.


Empurradas pelos ventos, nuvens da manhã,

nuvens da tarde,

nuvens da noite.
(...)

As nuvens são imensos cobertores que nos protegem dos 

raios exteriores do Universo.
(...)"

Fonte: interior do livro

Ilustrações de Sebastião Peixoto
Booktrailer:


Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o 2º ano de escolaridade


Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil 
Boas leituras!

sábado, 15 de julho de 2017

Tiagovski: o Rei dos céus

Tiagovski: o rei dos céus
Texto de Tiago Saramago e ilustrações de Mariana Cáceres
Editado pela Marcador em 2017 (3ª edição)

Tiagovski leva uma vida de sucesso: ganha todos os torneios nas Ilhas Flutuantes, tem uma legião de fãs que sonham receber um autógrafo do seu ídolo ou tirar uma selfie com ele. Todas as noites é convidado para festas. A vida é fácil, não há adversários à altura, e toda a gente lhe diz que ele é o maior. 

Mas Tiagovski começa a desleixar-se, a vaidade faz com que não encare as batalhas com tanto empenho. Até que aparece uma oponente surpresa, que o coloca em sentido pela primeira vez.

É MissMushrooms, cujo aparecimento vai desvendar o passado escondido de Tiagovski e iniciar uma aventura inesperada. Quem é afinal MissMushrooms? Que segredos serão revelados? Irá Tiagovski continuar no caminho das vitórias? 

Divertido, cheio de bom humor, este livro é uma montanha-russa de emoções, com um desfecho surpreendente.



Tiago Saramago, mais conhecido como Tiagosvki, nasceu em 1993 e é hoje um dos youtubers mais famosos em Portugal, com meio milhão de seguidores. Natural de Vila Nova de Gaia, popularizou-se com os seus vídeos de gameplay com o Minecraft, o Metin 2, o Fifa, e o CS: GO. É um dos ídolos portugueses dos gamers mais jovens - conhecido pelo seu sentido de humor e boa disposição. A sua personagem, Tiagovski, é um extraordinário lutador.
Fonte: contracapa do livro


Livro disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas leituras!

terça-feira, 11 de julho de 2017

"Livro de Contar", de Pep Bruno


Livro de contar
Texto de Pep Bruno e ilustrações de Mariona Cabassa
Editado pela OQO em 2008

Há muitas formas de contar. Podemos contar as nuvens deitados na erva, podemos contar as formigas que saem do formigueiro sentados ao pé de um amigo, podemos contar as papoilas do campo enquanto passeamos... ou podemos contar uma história enquanto se contam as personagens e o que vão fazendo... Mas, ao chegar ao número doze, vem a Lua, manda toda a gente dormir, e começa a contar ao contrário!


Ilustrações de Mariona Cabassa

Este álbum propõe um divertido jogo de contas e contos. E contando por contar, contamos números e uma história. Será então um conto duplamente contado? E se para além disso ainda contarmos sílabas para fazer versos, já são três as contas, e se contarmos depois o que dizem as ilustrações é... um conto de nunca acabar, ou melhor, um conto e uma conta de nunca mais acabar. 

Uma história criada por Pep Bruno e pensada para ser lida e narrada em voz alta, que se vai construindo consoante entram e saem as personagens, uma história de somar e subtrair com uma dúzia de personagens, uma aventura de ida e volta. Este álbum oferece uma história com múltiplas possibilidades e mais do que uma leitura. E se a tudo isto somarmos (…e já vamos em quanto?) algumas ilustrações em que Mariona Cabassa, contando ela também, cuidando cada pormenor, o resultado é uma história belissimamente ilustrada, com um texto divertido, rimado e, sobretudo, pronto para ser contado. 
Fonte: www.oqo.es/editora/pt-pt 


Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para Educação Pré-Escolar

Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas leituras!

sexta-feira, 7 de julho de 2017

"Óscar e Faísca" , um livro de Claire Freedman

"Óscar e Faísca"
Texto de Claire Freedman e ilustrações de Kate Hiindley
Editado pela Jacarandá em 2016

Começa assim:

"O Óscar acabara de se mudar para a grande cidade. Sentia-se deslocado e a sua casa no campo parecia-lhe estar muito, muito longe.

"Tenho saudades dos campos verdes", suspirava. 
"Sinto a falta de estar ao ar livre, mas, acima de tudo, tenho saudades dos meus amigos."

Nessa manhã, o Óscar sentia-se inquieto. mesmo com a chuva a cair lá fora como agulhas de prata, ele quis sair e explorar o exterior. (...)

O Óscar parou, tentando decidir para onde ir, quando, de repente, viu-o.
Tão chamativo como uma papoila no meio de uma seara...



Fonte: interior do livro
(...)"

"Quando o Óscar encontra um pequeno cão chamado Faísca, ele faz o seu primeiro amigo na grande cidade. O problema é que o Óscar sabe que há alguém, algures, à sua procura… 
Uma história encantadora que vai derreter o teu coração."



Fonte: Contracapa do livro


Livro disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas leituras!

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Danny: o campeão do mundo, um livro de Roald Dahl

"Danny, o campeão do mundo"
Texto de Roald Dahl com ilustrações de Quentin Blake
Editado pela Oficina do Livro em 2016

"Danny acha que tem o pai mais maravilhoso e entusiasmante que alguma vez existiu. Mas o pai do Danny esconde um grande segredo.
Um segredo que os conduzirá à mais estranha aventura das suas vidas e a um plano audacioso que fará do Danny o campeão do mundo."


Fonte: contracapa do livro







Começa assim:

"Quando eu tinha quatro meses de idade, a minha mãe morreu de repente e o meu pai ficou sozinho a tomar conta de mim. (...)
Não tinha irmãos nem irmãs.
Por isso, a partir dos quatro meses e durante toda a minha infância, fomos sempre só nós dois, eu e o meu pai.
Vivíamos numa velha caravana cigana, atrás de uma estação de serviço. O meu pai era o dono da estação, da caravana e de um pequeno terreno nas traseiras, mas não possuía praticamente mais nada no mundo.
(...)"
Ilustrações de Quentin Blake 
Fonte: interior do livro

Livro disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!

terça-feira, 4 de julho de 2017

"O homem de água", um livro de Ovo Rosati

"O homem de água"
Texto de Ovo Rosati e ilustrações de Gabriel Pacheco
Editado pela Kalandraka em 2015 (2ª edição)

Começa assim:

"Alguém tinha deixado a torneira aberta.
O dono da casa nunca mais voltou, sabe-se lá por onde andaria.

(…)

Por fim, aconteceu que a água, ao acumular-se, transbordar,
derramar-se por todo o lado, fez nascer um homem,
um homem alto, azul, transparente e cristalino.

Um homem de água.


(…)

Só que não pode andar por aí a molhar tudo, é ilegal!
- Mas como? Eu sou assim!
- Chamem a polícia - gritavam as pessoas -, lá vai esse, que é feito de água, e que anda por aí a salpicar tudo.



(…)

- Tape-se - diziam-lhe-, vista-se, tente congelar-se, talvez assim se torne uma pessoa normal.

(...)"

Ilustrações de Gabriel Pacheco

Livro disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!